Seminário sobre os índios brasileiros

No último sábado 10/10 realizamos o último seminário de pesquisa para o nosso espetáculo e fechamos com chave de ouro: O ÍNDIO!
Cada espaço da Oficina foi adaptado para abordar os elementos: terra, fogo, água e ar. Em transição pelos espaços, proporcionamos uma vivência única aos nossos estudantes, abordando questões culturais, étnicas, espirituais e políticas.

Ao término da vivência, após as pinturas corporais e o ritual do cachimbo (ar), fica explícito o quanto nós “homens urbanos” perdemos diariamente o vínculo com a natureza e passamos a  viver numa sociedade irresponsável, egoísta e alienada, principalmente quanto as questões ambientais. É inaceitável, nos tempos de hoje, o descaso dos órgãos públicos que não cumprem as leis criadas em defesa aos índios e ainda compactuam com genocídio indígena para favorecer latifundiários.

É realmente muito intrigante numa cidade como São Paulo, que sofre hoje sua maior crise hídrica da história, saber que seus rios como o – Saracura (Av. 09 de Julho), Bixiga, Itororó (Av. 23 de Maio), Anhangabaú, Tamanduateí, e tantos outros estão cobertos há mais de 100 anos por avenidas, que se tornaram obstáculos para o desenvolvimento urbano, ou seja, tudo pelo progresso – progresso?

“Todos os índios querem voltar no tekohá (local sagrado) onde nasceu.
Os antepassados querem que a gente vá pra lá, andar em cima da nossa aldeia”, explica o cacique guarani Elpidio Pires.
“Os guarani têm a concepção de que são a primeira semente plantada na terra”, afirma o antropólogo Rubem Almeida, que estuda esse povo há décadas.
E isso explica a relação deles com seu território. “É como com as plantas. Se uma planta nasce em certo lugar, é dali. Os guarani entendem que
pertencem a uma determinada terra – e não que a terra pertence a eles”, diz.

Agradecemos a todos os estudantes da Oficina e em especial ao professor Rodrigo Eloi Leão do Norte por compartilhar sua experiência sobre o Xamanismo e realizar o ritual do Cachimbo.
Realizadores do Seminário: professores Thais AguiarPaulo Gianini.

Curta a nossa página no Facebook!

Compartilhamos com todos vocês alguns links e vídeos utilizados na vivência:

Links:

Quadro Geral dos Povos

Povos Indígenas

Solidariedade aos Guaranis

Vídeos: