Mural do Estudante

Espaço para divulgar artigos em geral, impressões, poemas, textos, dividir curiosidades, etc.

É muito simples de usar e você mesmo pode fazer e tem até a opção de inserir aquivos multimídia.
Pedimos para que o estudante(a) se identifique – Nome+curso.
Caso não seja estudante matriculado na Oficina e quer deixar um post no mural, fique a vontade, pois a ideia é compartilhar!
Para iniciar basta rolar o mouse para baixo que o mural vai aparecer!

Se você preferir, pode também enviar seu material/recado via e-mail: contato@oficinametacultural.com.br, com o título: Mural do Estudante

 

Posted in Uncategorized and tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , .

17 Comments

  1. SOBRE UMA AULA ESPETACULAR REGRADA COM POESIA:
    “Se você faz tudo sempre igualé seguro que nunca se perca,mas é possível que nunca se ache.”
    Sérgio Vaz

  2. Gente, segunda-feira levarei comigo para o curso um colega de trabalho que tem contato com várias aldeias indígenas são ao todo 30 aldeias … Algumas mais nativas e outras nem tanto… Entre elas estão a aldeia que fica em Osasco, Jaraguá, Vale no Paraíba, são índios Tupi-guarani, Guarani, pancarare e cariboca ( o último mais nativo), Ele tem contato com os pajés. Algumas Aldeias ficam a mais ou menos 5 horas de São Paulo em todas poderemos ficar final de semana inteiro (só marcarmos antes para que o meu colega o Emerson possa falar com os responsáveis da tribo). Ele nos acompanhará na visita a aldeia. Teremos que arcar com a condução… ( a Secretária de Cultura não está disponibilizando meio de transportes).

  3. MOSTRA DE FILME LIVRE NO CENTRO CULTURAL BANCO DO BRASIL

    http://culturabancodobrasil.com.br/portal/categoria/eventos/cinema/?ccbb=SP

    29.04 a 25.05

    sobre o filme
    A 14ª Mostra do Filme Livre se firma como a mais longa mostra brasileira focada na difusão da produção autoral e independente nacional, com mais de 250 filmes de todos os gêneros, formatos e durações.

    Também promove cursos e oficinas de vídeo e este ano homenageia o cineasta Maurice Capovilla.

    Confira a programação completa em http://www.mostralivre.com

  4. Acorda amor

    de 10 a 19/4 – sexta e sábado, às 21h; domingo, às 20h
    texto e direção: Paulo Palado – arranjos e direção musical: Lua Lafaiette – trilha sonora: Social Samba Fino – elenco: Sara Bentes, Sergio Sá, Ian Noppeney, Leonardo Santiago e Paulo Palado
    Musical (70min, 14 anos)
    História de quatro jovens que lutam contra a ditadura militar nos anos 1970. Três rapazes e uma garota envolvidos com a guerrilha lutam, na verdade, por muito mais que o fim da ditadura. Enquanto tentam driblar os militares, Paulo, Lucas e Cesar lutam pelo amor de Natasha. O espetáculo une a música de Chico Buarque ao formato Teatro Cego, experimentado pelos artistas em sua montagem anterior. As músicas interpretadas durante Acorda amor vão costurando a trama que se passa completamente no escuro. Vozes, sons, cheiros e sensações táteis figuram como elementos imprescindíveis para a compreensão da história, fazendo o espectador mergulhar no mundo das pessoas com deficiência visual.
    Ingressos: R$20,00 – a venda estará disponível na bilheteria, de terça a sábado, das 13h às 21h30; e domingos, das 13h às 20h30, e no site Ingresso Rápido a partir de 30 dias antes do evento (mesmo no caso de temporadas longas)
    Sala de Ensaio (65 lugares)

    aviso No dia 17/4, o espetáculo acontecerá excepcionalmente às 19h

    Juliana Silva – Teatro adulto

  5.  
     
    Ludwig e suas irmãs – Centro cultural vergueiro 
     
    de 3/4 a 17/5 – sexta e sábado, às 21h; e domingo, às 20htexto: Thomas Bernhard – tradução: Erlon José Paschoal – direção: Eric Lenate – elenco: Jorge Emil, Lavínia Pannunzio e Cléo De PárisDrama. (80min, 16 anos)Ludwig é um filósofo famoso que passa voluntariamente sucessivas temporadas no sanatório Steinhoff. Depois de inúmeras tentativas, sua irmã mais velha, contra a vontade da mais nova, consegue tirar o filósofo do sanatório para o conforto do antigo lar da família. A ação se inicia em meio a um almoço e se desenrola por uma tarde em que, em vez de se mostrar grato e amistoso, Ludwig se revolta contra o convencionalismo do cotidiano das irmãs e contra a mesquinhez à qual ficaram as duas reduzidas e arma um apoteótico escarcéu.Ingressos: R$20,00 – a venda estará disponível na bilheteria, de terça a sábado, das 13h às 21h30; e domingos, das 13h às 20h30, e no siteIngresso Rápido a partir de 30 dias antes do evento – preço popular: R$3,00 (somente no dia 10/4) Sala Jardel Filho (321 lugares)
    Atenção: Para a sessão com preço popular, somente serão vendidos 2 ingressos por pessoa, na semana do evento, na bilheteria do CCSP. Não haverá venda de ingressos pelo site Ingresso Rápido     
     
    Juliana Silva – Teatro adulto 

  6. PESSOAS PERFEITAS REESTREIA
    Dando continuidade às pesquisas sobre os moradores do centro de São Paulo, Os Satyros realizaram entrevistas, investigações “in loco” e observações que levaram ao roteiro do espetáculo.
    A peça lança um olhar sobre os moradores anônimos da grande metrópole que, apesar de suas diferenças abissais, acabam se encontrando e convivendo.
    Medalha (Julia Bobrow) é uma jovem mística que busca experiências espirituais. Ela vem do interior para morar no centro de São Paulo, fugindo da solidão depois da morte dos pais, sonhando com novos horizontes. Medalha irá frequentar a Igreja das Pessoas Perfeitas com seu novo namorado, Binho (Henrique Mello), que é garoto de programa.
    Os pais de Binho, o açougueiro Robalo (Eduardo Chagas) e sua esposa Cacilda (Marta Baião), moram na periferia de São Paulo e perderam o contato com o filho. Vivem diariamente a esperança de ter notícias dele, mas inutilmente. Robalo, eventualmente, frequenta linhas de disque amizade, onde conhece Sarah (Ivam Cabral).
    Sarah é o codinome de Ruy, filho de dona Esperança. Ruy dedica-se diariamente a cuidar da mãe idosa, que tem Alzheimer. Mas na madrugada, altera sua voz e faz contato com pessoas, homens e mulheres, através de linhas de disque amizade.
    A irmã de Ruy, Maristela (Adriana Capparelli), teve sonhos de ser uma cantora reconhecida quando jovem. Hoje tem câncer de laringe e está fadada à morte. Trabalha como caixa em uma boate na zona central da cidade. Ainda alimenta uma paixão doentia, há mais de 20 anos, por Elder (Fábio Penna), um escritor decadente que vive pelas madrugadas declamando seus poemas e vivendo à base de cocaína e uísque.
    O roteiro de “Pessoas Perfeitas” foi escrito por Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez a partir da observação das vidas de moradores do centro de São Paulo e de entrevistas realizadas.
    Classificação: Recomendado para maiores de 16 anos
    Duração: 80 minutos
    Quando: Sexta e sábado, 21h
    Quanto: R$ 30,00 (inteira), R$ 20,00 (meia-entrada) e R$ 10 (moradores da Praça Roosevelt)
    Local: Espaço dos Satyros Um (Praça Roosevelt, 214, Consolação – Tel. 11 3258 6345)
    Re-estreia: 20 de fevereiro
    Temporada: até 27 de junho
     
    http://www.satyros.com.br/em-cartaz/pessoas-perfeitas
     
    Juliana Silva – Teatro Adulto 

  7. Pessoal, está em inglês mas é bem bacana, trata-se de fotos dos estúdios de vários artistas plásticos modernos e contemporâneos, uns bem famosos, outros nem tanto. Espero que gostem!

  8. Na 22ª edição do programa Ocupação, centrado em personagens fundamentais da arte brasileira, a escritora Hilda Hilst (1930-2004) fala em primeira pessoa. De 28 de fevereiro a 21 de abril, no Itaú Cultural, em São Paulo, a mostra destaca as referências artísticas reelaboradas por ela, acompanha seu cotidiano – por meio de notas nas agendas, registros de sonhos, desenhos, reflexões – e delineia seu método criativo, pelas versões anteriores de suas criações literárias: seu trabalho “sendo” feito.

    http://novo.itaucultural.org.br/programe-se/agenda/evento/ocupacao-hilda-hilst/

  9. Baseada na obra “Ensaios” de Michel de Montaigne, a Cia Livre discute as crenças, leis e questionamentos nos limites entre representação, fantasia, teatralidade e aparência. Nessa dramaturgia escrita por Cássio Pires, a fábula de Marie-Germain, habitante da França do século XVI que nasceu mulher e mudou de sexo, é transposta para contemporaneidade.

    https://www.facebook.com/espaco.casa.livre/photos/a.262887097228548.1073741829.260250117492246/374115826105674/?type=1&theater

  10. 10497219_1511185792449097_1198401734768454005_oJhonny Salaberg, ex-aluno da Oficina com o curso Teatro/Adolescente
     
    A CIDADE DOS RIOS INVISÍVEIS – Coletivo Estopô Balaio
    Temporada: sextas, sábados e domingos de Agosto e Setembro
    Horário: 14h
    Local: Espaço Cultural da estação Brás da CPTM
     
    A CIDADE DOS RIOS INVISÍVEIS é o terceiro ato da trilogia do Coletivo Estopô Balaio, desenvolvido em residência artística no Jardim Romano. O mote são as enchentes constantemente vividas pelos moradores e suas “memórias alagadas”.
     
    Obrigado!

     

     

  11. Olá pessoal!
    No sábado, 30/08, a partir das 16h, ocorrerá a 5ª Bufalada, evento que reúne diversas artes e artistas.
    Vou tocar lá com a roda de samba que participo, o Sambiarra. Também vão rolar diversas atrações, músicas, sarau, performances, projeções. Fica o convite a todos e todas! 
    O endereço é Espaço Búfalo Dágua – R. TRAIPÚ, 1240 (paralela à Cardoso de Almeida)Tel: 41126552 / 975336228
    Evento no facebook:
    https://www.facebook.com/events/315329008635190/
     
     

  12. Por Equipe MetaCultural

    Para inaugurar o Mural – Luis Fernando Veríssimo

    [caption id="attachment_691" align="alignleft" width="300"]Clique e confira o texto completo! Clique e confira o texto completo![/caption]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.